COMO TE VÊS A TI PRÓPRIO?

A sociedade está cheia de estigmas, ideias pré-concebidas e estereótipos do que é certo ou errado. Somos influenciados inconscientemente, por todas essas opiniões tomando como verdadeiras. Em Psicologia chama-se a isto conformismo e pressão dos grupos de pares. Para os jovens ser aceites na sua escola (basta o facto de sentirem que são aceites por alguém) é algo muito importante e estimulante para a sua vida. Na maioria das vezes olhamos para nós próprios como os outros olham para nós e o que acham de nós. Mas na realidade deveria ser ao contrário….

A palavra Bulling está cada vez mais enraizada na sociedade, todos falam disso como um flagelo na juventude. Mas se analisar correctamente, principalmente para aqueles que são crentes, tudo isso começa em nós próprios, como nos vemos e o que achamos de nós mesmos. Isso levará a que a nossa auto-estima seja maior ou menor e fará que assim nos vejam e julguem. 

Ser gordo, magro, alto, baixo, com determinados atributos físicos, cor de pele, handicaps tudo isso é julgável. Se nós próprios permitimos que essas características/atributos nos condicionem e nos definem será o primeiro passo para sermos rotulados pelos outros. Mas devemos entender o que Deus diz disto tudo…como é que Ele nos vê. Para isso temos que ir à Palavra e perceber o Seu Amor por nós e como nos capacita apesar de tudo o que possa estar a acontecer à nossa volta.

Deus não nos julga ou usa dependendo das nossas características… portanto é nisso que devemos focar e realmente acreditar. Não somos ou valemos consoante os nossos atributos físicos… para uma rapariga ser alguém ou ter futuro pensa sempre que tem que ter determinados atributos físicos, para os rapazes é estar no ginásio para moldar um corpo perfeito e aceitável para o sexo oposto. Podemos sim ter o corpo que queremos, de forma saudável e com o objectivo de nos agradarmos a nós mesmos e não os outros!! Não somos mais ou menos por outros nos acharem dentro ou fora dos padrões físicos da sociedade. Mas não se resume tudo aos atributos físicos.

Devemos pôr a nossa confiança em Deus e acreditar no que a Palavra diz sobre nós. Não devemos procurar força ou apoio nos grupos de pares mas em Deus, isso fará toda a diferença… ter Deus em nós faz mudar e influenciar os que estão à nossa volta. O sucesso vem de Deus!!!

Através da Bíblia vemos exemplos de que o exterior não é fundamental para conquistar sucesso.

Em Êxodo 4:10-17, vemos Deus a chamar Moisés para uma grande missão…liderar o povo de Israel mostrando a todos que Deus o guiava e instruía. Mas Moisés não se via com capacidades para tal tarefa pois achava que não tinha as características necessárias, tais como ser eloquente antes pelo contrário era gago o que fazia com que aos olhos da sociedade não fosse tão capaz para tal cargo, assim somos nós porque não temos aquilo que a sociedade acha necessário auto denegrimo-nos. No entanto fez-lhe ver que Deus era com ele e isso bastava, pois arranjaria a solução para colmatar a “limitação” dele. Usou-se do irmão Araão para falar por ele. 

Perante a sociedade uma pessoa teria dificuldades em ser aceite, mas porque ele confiou em Deus e deixou-se usar por Ele, conseguiu achar graça aos olhos de todo o povo que liderou. Por não se resignar à sua gaguez teve sucesso. Poderíamos dizer que não fez bullying a ele próprio.

Assim somos nós hoje em dia… vamos deixar levar-nos pelo que as pessoas dizem do nosso corpo ou capacidades? Vamos permitir que os outros formulem opinião sobre nós e que essa mesma opinião condicione a nossa vida? Deve ser a nossa própria opinião a influenciar a opinião dos outros! E a nossa auto-estima está baseada não nos estereótipos da sociedade mas no que Deus diz. Enquanto crentes devemos entender que é Ele que nos capacita e valoriza. Nós seremos os influenciadores e bem-sucedidos da sociedade porque Deus é connosco e nada nem ninguém poderá ser contra. Assim, ganharemos o respeito de todos porque em nós verão a diferença….Deus! Não vamos fazer bullying a nós próprios!

Como Deus te vê?

Deus vê-nos de maneira diferente da sociedade e valoriza-nos sempre. Se cuidarmos primeiro da nossa chamada, Deus cuidará das nossas necessidades e desejos. Tudo o que fizermos não seja para agradar ninguém mas somente a Deus. Tudo começa dentro de nós…no nosso Espirito.

Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Partilhar...